Rinite alérgica

Milhões de pacientes sofrem de alergias nasais, comumente conhecida como rinite. Muitas vezes, flores perfumadas são acusadas de gerarem os sintomas incômodos, mas elas raramente são a causa; seus pólens são pesados demais para serem transportados pelo ar. Um especialista em ouvido, nariz e garganta pode ajudar a determinar as substâncias que causam o desconforto e desenvolver um plano de gestão que irá ajudar a tornar a vida mais agradável.

Por que o corpo desenvolve alergia?



Sintomas alérgicos aparecem quando o sistema imunológico reage a uma substância alérgica que entrou no corpo como se fosse um invasor indesejável. O sistema imune produz anticorpos especiais capazes de reconhecer a mesma substância alérgica, se ele entrar no corpo em um momento posterior.

Quando um alérgeno entra novamente no corpo, o sistema imunitário reconhece rapidamente, fazendo com que uma série de reações ocorram. Estas reações envolvem frequentemente a destruição dos tecidos, a dilatação dos vasos sanguíneos, e a produção de muitas substâncias inflamatórias, incluindo a histamina. Histamina produz sintomas comuns da alergia, como coceira, olhos lacrimejantes, congestão nasal e de seios da face, dores de cabeça, espirros, garganta arranhando, urticária, falta de ar, etc Outros sintomas menos comuns são distúrbios do equilíbrio, irritações de pele, como eczema, e mesmo problemas respiratórios, como a asma.

Quais são os alérgenos mais comuns?

Muitas substâncias comuns podem ser alérgenos. Pólen, mofo, alimentos, poeira, penas, pêlos de animais, produtos químicos, medicamentos como a penicilina, e poluentes ambientais comumente levam muitos pacientes a sofrerem com reações alérgicas.

Alérgenos domésticos


Determinados alérgenos estão presentes durante todo o ano. Estes incluem poeira doméstica, animais de estimação, e alguns alimentos e produtos químicos. Os sintomas causados por estes alérgenos muitas vezes pioram no inverno, quando a casa está fechada, devido à pouca ventilação.

Mofo



Esporos de mofo também podem causar problemas alérgicos. Mofo está presente durante todo o ano e cresce tanto ao ar livre como em ambientes fechados. Folhas mortas e áreas agrícolas são fontes comuns para mofos proliferarem ao ar livre. Plantas de interior, livros antigos, banheiros e áreas úmidas são fontes comuns de crescimento de fungos no interior das casas. Mofo também é comum em alimentos.

Como as alergias pode ser gerenciadas?

As alergias raramente levam a risco de vida, mas muitas vezes causam perda de  dias de trabalho, diminuem a eficiência do trabalho, levam a mal desempenho escolar, e tem um efeito negativo sobre a qualidade de vida. Considerando os milhões de dólares gastos em medicamentos antialérgicos e os custos de tempo de trabalho perdido, alergias não podem ser consideradas um problema menor.

Para algumas pessoas alérgicas, os sintomas podem ser sazonais, mas para outros podem produzir desconforto o ano todo. Controle dos sintomas é mais bem sucedido quando múltiplas abordagens são usados simultaneamente, para gerenciar a alergia. Elas podem incluir a exposição aos alérgenos, promovendo a a dessensibilização com vacinas para alergia, sprays nasais e medicamentos. Se usados corretamente, os medicamentos, incluindo anti-histamínicos, descongestionantes nasais, sprays a base de esteróides e sorofisiológico podem ser úteis.



Quando um médico deve ser consultado?



A pessoa mais adequada para avaliar alergia nasal é um otorrinolaringologista (especialista em ouvido, nariz e garganta). Além da coletar uma história detalhada e realizar uma análise profunda da orelha, nariz, garganta, o otorrinolaringologistas vai fornecer conselhos sobre o controle ambiental adequado. Eles também irá avaliar os seios da face para determinar se há infecção ou anormalidade estrutural (desvio de septo, pólipos) contribuindo para os sintomas.

Além disso, o médico pode solicitar o teste para determinar o alergénio específico que está causando desconforto. Em alguns casos imunoterapia subcutânea (vacinas para alergia) ou imunoterapia sublingual (gotas para alergia) podem ser recomendadas. A imunoterapia é um método de tratamento de alergias em indivíduos, dessensibilizando o paciente a alérgenos ao longo do tempo.



Dicas para reduzir a exposição aos alérgenos mais comuns



• Use uma máscara quando limpar a casa ou ambientes sujos (a maioria das farmácias vendem).

• Mude os filtros do ar condicionado e aspiradores de pó regularmente
e / ou instale um purificador/umidificador de ar. Considere um filtro potente em seu quarto ou outros quartos onde você gasta muito tempo.

• Use diariamente soro fisiológico nasal para limpar o nariz e seios da face de alérgenos ofensivos.



• Livre sua casa de fontes de mofo.

• Tente não permitir que animais de estimação (por exemplo, cães, gatos, etc) entrem em sua casa e quarto. No entanto, se você tem um animal de estimação, pergunte ao seu otorrinolaringologista sugestões para que você possa desfrutar de seu animal de estimação e, ao mesmo tempo, desfrutar de uma vida livre de alergias.



• Mude travesseiros de pena, cobertores de lã e roupas de lã para os de algodão ou sintéticos.

• Coloque o colchão, box e travesseiros em uma capa de plástico.



• Use anti-histamínicos e descongestionantes, como necessários e como tolerado. No entanto, você provavelmente vai encontrar o melhor controle dos sintomas de alergia com sprays nasais tópicos que podem ser prescritos pelo seu otorrinolaringologista.

• Durma com a cabeceira da cama inclinada para cima. Elevando-a ajuda a aliviar a congestão nasal.