Perda de audição na criança

Como o pai de uma criança com perda auditiva diagnosticada recentemente, você terá muitas perguntas e preocupações sobre a natureza do problema, seus efeitos sobre o futuro do seu filho, as opções de tratamento e recursos. Este breve guia vai lhe dar informação inicial necessária, e fornecer orientações sobre a disponibilidade de recursos, e os respectivos papéis dos diferentes profissionais de saúde.

É sempre difícil para os pais  receberem más notícias sobre qualquer aspecto da saúde de seu filho. Reagir com raiva, tristeza, e até mesmo culpa não são incomuns quando descobrir que seu filho é deficiente auditivo. Estes sentimentos são melhor geridos se forem discutidos com um membro da família, amigo próximo, clero, ou psicólogo. Às vezes, o sentimento também pode resultar em um grau de negação. Sinta-se livre para procurar uma segunda opinião, mas é desaconselhável atrasar ainda mais as avaliações diagnósticas para sua criança. O melhor tratamento para a perda auditiva de qualquer grau é a intervenção precoce apropriada. Atrasos significativos podem resultar em danos irreversíveis à audição do seu filho, fala, linguagem, desenvolvimento educacional e social.

Você vai entrar em contato com muitos especialistas em reabilitação durante a gestão a longo prazo de perda de audição do seu filho. Alguns deles estarão envolvidos no início da jornada e ao longo do acompanhamento. Outros podem entrar mais tarde. A seguir, você encontrará os profissionais que serao importantes no tratamento e o papel que cada um deles irá desempenhar na gestão de perda auditiva de seu filho.



Audiologista



O fonoaudiólogo é provavelmente  o primeiro profissional que você encontra, e, possivelmente, o qual lhe dá a notícia inicial sobre a perda auditiva de seu filho. O audiologista irá realizar testes comportamentais ou objetivos (por exemplo, respostas auditivas do tronco cerebral), ou uma combinação destes métodos para determinar o grau e tipo de perda auditiva. O fonoaudiólogo também, eventualmente, pode recomendar amplificação adequada(aparelho auditivo), após uma consulta médica. O fonoaudiólogo também pode ser o profissional que fornece informações e encaminhamento a um programa de intervenção precoce. Com o tempo, o fonoaudiólogo irá realizar acompanhamentos periódicos para traçar o progresso da criança e para monitorar a perda de audição dele ou dela.

Otorrinolaringologista ou otologista


Após o diagnóstico de perda auditiva, a criança será avaliada por um otorrinolaringologista, ou um especialista em problemas de audição. O papel inicial do médico é determinar a natureza específica do problema subjacente que pode estar, pelo menos parcialmente, causando a perda de audição. Além disso, o médico também vai determinar se o problema é clinicamente ou cirurgicamente tratável, e em caso afirmativo, fornecer o tratamento necessário clínico ou cirúrgico. Esses tratamentos podem incluir algo relativamente simples, como a colocação de tubos de ventilação nos tímpanos, ou procedimentos cirúrgicos mais complexos . O otorrinolaringologista pode também solicitar outros procedimentos diagnósticos, como exames de imagem (raios-X, tomografias, ressonância magnética) para definir o tipo e causa da perda de audição. O médico também irá fornecer orinetações para protetização auditiva, depois de determinar se nenhuma outra intervenção é indicado. Se for determinado que o seu filho precisa de um implante coclear, o otorrinolaringologista, juntamente com a fonoaudióloga, irão realizar mais testes e exames, a fim de viabilizar a implantação.

Pediatra



Se o seu filho não é diagnosticado com uma perda auditiva no período neonatal, mas desenvolve perda auditiva mais tarde na vida, é da responsabilidade deste médico encaminhá-lo a um otorrinolaringologista e a um fonoaudiólogo para excluir ou diagnosticar a perda. O pediatra também podem participar no tratamento de infecções de ouvido se eles aparecerem, ou encaminhá-lo a um especialista para o tratamento. O pediatra ou o otorrinolaringologista podem também encaminhá-los a um médico especialista em genética médica, para saber se a perda de audição pode ser hereditária. Isso pode ajudar a determinar se uma perda auditiva similar pode ocorrer em outros filhos.

Fonoterapeuta / fonoaudiólogo

Este profissional vai avaliar o impacto da perda auditiva de seu filho na fala/ desenvolvimento da linguagem, e acompanhar a evolução dele , observando se há atraso no desenvolvimento. O fonoterapeuta também vai ajudar seu filho a aprender a falar adequadamente, mantendo articulação correta dos sons. Ele também irá ajudar a família da criança a se familiarizar com o discurso apropriado / linguagem, e comportamente auditivo e cognitivo, que você pode esperar de uma criança com perda auditiva.
Finalmente, muitas outras pessoas podem fornecer assistência adicional para o seu filho com dificuldades auditivas. Pais de idosos com dificuldades de audição e pessoas com perdas auditivas, podem compartilhar suas experiências com você e pode fornecer sugestões de recursos educacionais e de lazer na comunidade.